quarta-feira, 5 de novembro de 2008

estes amariccainos são doidos


Então, o pai é negro, africano, a mãe é branca, americana...e o filho?
Por que razão há de ser considerado negro??? Quando muito branco porque há sempre muito mais certezas sobre quem é a mãe do que sobre o pai.
"filhos de minha filha meus netos serão; filhos de meu filho serão ou não"
Afro-americano??? Ide-vos prejudicar!! Então o outro é Euro-Americano e não apenas Americano. Só se for índio.
Se o Afro-americano é o que carrega a carga genética da África misturada com algum DNA apnhado nos EUA, o mesmo se passará com o Euro-Americano.
Mas melhor, como não se presume que nenhum dos dois tenha genética recente de índios americanos, terá um de chamar-se Afro-europeu e o outro Euro-europeu.
Perante a banalidade do segundo prefiro o primeiro.
.

1 comentário:

martelo barco rabelo rio sousa disse...

não tenho nada para dizer